Feromônios - Participantes em sua vida sexual Sexualidade Saudável, WebMD National News Center

Você nunca ouviu falar sobre os feromônios? Bem, está na hora de aprender sobre a parte que eles atuam e agem em sua vida sexual, porque pode ser substancial. O conceito de um feromônio humano, ou aroma sexual da atração, tem sido debatido e pesquisado por já por muitos anos.

Na maioria dos animais, a relação entre feromônios e copular é bem direta e clara. Ouriços do mar, por exemplo, eles liberam feromônios para a água ao redor, enviando uma mensagem química que aciona outros ouriços do mar na colônia para liberarem suas células sexuais simultaneamente.

Feromônios humanos, por outro lado, são altamente individualizados, e nem sempre são notados. Em 1986 o Dr. Winifred Cutler, um biólogo e Endocrinologista de Comportamento, co-descobriu que quando qualquer suor predominante das axilas é removido, o que resta são materiais sem odor contendo os feromônios.

Os estudos originais do Dr. Cutler nos anos 70 mostraram que as mulheres que tinham relação sexual regularmente com homens, têm ciclos menstruais mais regulares do que mulheres que fazem sexo esporadicamente. O sexo regular atrasa o declínio de estrogênios deixando as mulheres mais férteis. Isso levou o time de pesquisa a procurar o que o homem estava providenciando na equação. Em 1986 eles descobriram que era feromônios.

Sincronização menstrual

Tem mais sobre o assunto de como feromônios afetam o ciclo menstrual das mulheres. Pense no passado, quando você estava fazendo faculdade, ou enquanto crescia com suas irmãs. A maioria das mulheres que vivem com ou perto de outras mulheres ajustam o tempo do seu ciclo menstrual entre si. Um estudo recente na Universidade de Chicago pela Martha McClintock expôs um grupo de mulheres a uma baforada de perspiração de outras mulheres. Isso causou os ciclos menstruais delas a avançarem ou ficarem mais lentos dependendo do tempo do mês que o suor foi coletado – antes, durante ou após a ovulação. Esta foi a primeira prova de que as pessoas produzem e respondem aos feromônios.

Implicações para fertilidade e depressão

Apesar da abertura em nosso conhecimento, estes estudos notáveis sobre os feromônios e ciclos menstruais trouxe a luz a idéia de que feromônios podem ser usados como tratamento de fertilidade para casais que desejam conceber, ou como um anticonceptivo para aqueles que não querem. E casais que estão tendo problemas sexuais podem usar feromônios juntamente com terapias tradicionais para realçar o desejo. É também possível, dizem alguns pesquisadores, que os feromônios podem ser um estimulante de humor e disposição, aliviando a depressão e o estresse. E a maior hipótese até agora é de que o tratamento de feromônios pode controlar a atividade da próstata em homens para reduzir o risco do câncer.

Sutil, mais uma forte influência

Se você está à procura do homem dos seus sonhos, feromônios não suspeitados no aroma do seu corpo estão provavelmente atuando um grande e inteligente papel na atração do sexo oposto. De acordo com um artigo no "Psychology Today," como os cheiros do nosso corpo são percebidos e aceitos como agradáveis e sexy para outra pessoa, esse é um processo bem seletivo. Nós geralmente temos um cheiro bom para uma pessoa cuja imunidade genética para doenças é diferente das nossas. Isso pode te beneficiar ao longo dos anos, na formação de crianças mais fortes e mais saudáveis.

74% das pessoas que testaram um feromônios comercial chamado de Athena, desenvolvido pelo Dr. Cutler, experimentaram um aumento de abraços, beijos e relações sexuais. Talvez o melhor conselho para aqueles que estão procurando um parceiro ou procurando levar o seu relacionamento a um outro nível é de dar uma boa cheirada!